Embrapa retoma treinamentos de técnicos e auditores para o sistema de Produção Integrada de Maçã

De 17 a 21 de julho, na Estação Experimental de Fruticultura de Clima Temperado, em Vacaria (RS), acontece nova edição do Curso de Habilitação para Produção Integrada de Maçã (PIM), promovido pela Embrapa Uva e Vinho e Epagri. Com vagas limitadas, o treinamento tem como objetivo formar técnicos e auditores com competência para acompanhar pomares de macieiras e packing houses conduzidos no Sistema de Produção Integrada. Mais informações e inscrições disponíveis em: https://www.embrapa.br/uva-e-vinho/eventos/pim.

Segundo Régis Sivori dos Santos, pesquisador da Embrapa e coordenador da capacitação, a produção integrada é um dos sistemas rastreáveis de menor impacto ambiental. “Vamos retomar a realização dos cursos por ser um momento ímpar para a exploração do sistema de produção integrada pelo setor produtivo da maçã. No curso, os responsáveis técnicos e auditores irão apreender os procedimentos técnicos e legais do sistema com os melhores profissionais da pesquisa, recebendo informações atuais e aplicadas, tanto de forma teórica como na prática”, avaliou.

A maçã foi o produto pioneiro a obter a certificação no Brasil, em 2005, processo que foi coordenado pela engenheira agrônoma Rosa Maria Valdebenito Sanhueza, pesquisadora aposentada da Embrapa Uva e Vinho e atual responsável pelo setor de Pesquisa e Desenvolvimento na empresa Proterra. Segundo ela, a produção integrada é essencial para produzir alimentos usando estratégias de manejo racional e economicamente sustentável. “Isto se consegue com registro dos procedimentos, com treinamento contínuo de técnicos e produtores, com tecnologias de produção atualizadas e por disponibilizar ao mercado alimentos com a garantia que foram obtidos seguindo a legislação ambiental e de proteção da saúde do trabalhador e do consumidor”, pondera a pesquisadora.

Para a adoção ao Sistema de Produção Integrada, o primeira etapa é contar com assistência técnica habilitada para conduzir as práticas de manejo do pomar atendendo aos Princípios e às Normas Técnicas da PIM. Na sequência, o fruticultor deve se inscrever no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, como aderente ao sistema, visando conduzir sua área durante um ano prévio à certificação e, a seguir, estabelecer contato com uma empresa que irá fazer a Avaliação da Conformidade, a qual poderá emitir o selo de PIM para a fruta no fim do ciclo.

As características gerais dos procedimentos utilizados na PIM diferem das recomendações disponíveis para a cultura, pois estabelecem limites para as práticas que podem ter influência definitiva na qualidade, produtividade e na demanda de uso de agroquímicos nos pomares. Na visão de Moisés Lopes de Albuquerque, Diretor Executivo da Associação Brasileira de Produtores de Maçã (ABPM), “os princípios da Produção Integrada de Frutas promovem a sustentabilidade em vasto âmbito”.

 

Curso para responsável técnico:

Objetivo: capacitar o profissional para prestar consultoria, tanto no campo como em packing houses, conduzir e orientar o produtor na implantação do sistema. Também acompanhar e assinar a documentação exigida no processo.

Horas aula: 40 horas de capacitação, incluindo parte teórica e prática, divididas em dois módulos: conceitual e aplicado.

 

Curso para auditor:

Objetivo: permitir que o profissional realize auditoria nas propriedades, tanto no campo como em packing houses.

Horas aula: 40 horas de capacitação, incluindo parte teórica e prática, divididas em dois módulos: conceitual e aplicado.

 

SERVIÇO

O que: Curso de Habilitação para a Produção Integrada de Maçã
Data: 17 a 21 de julho
Local: Auditório da Estação Experimental de Fruticultura de Clima Temperado da Embrapa Uva e Vinho, em Vacaria (RS)

Inscrições: Podem ser realizadas antecipadamente no endereço www.embrapa.br/uva-e-vinho/eventos/pim ao custo de R$ 350,00 para sócios da ABPM, AGAPOMI, ASAV, AMAP E ASSEA ou R$ 400,00 para o público em geral.
Informações: cnpuv.inscricoes@embrapa.br ou telefone (54)3455.8087.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *