CIC-BG espera que representantes políticos priorizem interesses do povo gaúcho.

110

Resultado de imagem para Elton Gialdi

Entidade representativa dos setores da indústria, comércio e serviços de Bento Gonçalves conclama classe política a colocar compromisso com a sociedade acima de quaisquer interesses

O prazo final para a Assembleia votar projetos considerados vitais para a recuperação do Rio Grande do Sul foi nesta quarta-feira, 31 de janeiro. Havia quatro projetos do governo previstos para votação da Assembleia, entre eles o que prevê a adesão do Estado ao regime de recuperação fiscal da União e as propostas de emenda à Constituição (PECs) que retiravam a obrigatoriedade de plebiscito para a venda de CEEE, Sulgás e CRM.
Após três dias, os deputados estaduais terminaram as sessões extraordinárias sem votar nenhum daqueles que integram o acordo fiscal – decisão que claramente atravanca o processo de restauração das perspectivas de crescimento para o Estado.
Diante desse impasse entre oposições, o Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG) compartilha seu posicionamento a favor da votação de medidas direcionadas à recuperação do RS e retomada da economia. “Defendemos que a sociedade, a iniciativa privada, o Poder Público e as entidades sejam colaborativos e trabalhem de forma proativa pelo bem comum. É chegada a hora de os representantes políticos, eleitos pelo poder do voto da população, deixem de lado outros tipos de interesses partidários e coloquem bem comum acima de qualquer objetivo. É preciso que a assembleia efetivamente represente os interesses do povo gaúcho”, reforça o presidente da entidade, Elton Gialdi.

Exata Comunicação




%d blogueiros gostam disto: