IV Congresso Estadual da AEARV ocorrerá em novembro.

Marcando a passagem de seu quadragésimo aniversário de fundação, associação confirma mais uma edição do seu mais importante seminário técnico, em Bento Gonçalves

 

No ano em que celebra o marco de 40 anos de história, a Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos confirma a realização de seu principal seminário técnico. A quarta edição do Congresso Estadual da AEARV ocorrerá nos dias 8 e 9 de novembro, tendo como mote a reflexão acerca dos contornos, bases, inovações e, sobretudo, ideais que norteiam a atuação da entidade e o exercício das profissões que representa.

A programação ocorrerá na Fundação Casa Das Artes, com ciclo de explanações reunindo uma expressiva nominata de palestrantes dispostos a contribuir com a qualificação da categoria. “Nosso quarto Congresso vem consolidado pelo sucesso das três primeiras edições. O desafio é manter o alto nível do encontro, trazendo temas e palestras relevantes que realmente contribuam com o exercício das atividades dos profissionais”, planeja a coordenadora do Congresso em 2018, Gicele Netto.

Para esta edição especial, a organização investe em apresentações mais aprofundadas, dissecando com mais tempo e propriedade os assuntos tratados e oportunizando mais interação entre palestrantes e público. Ao confirmar a realização do encontro em 2018, a entidade revisa seu ideal de não apenas valorizar e representar a classe, mas principalmente ajudar a sociedade a construir uma nova visão do trabalho da categoria. “Exercemos com autonomia nosso papel representativo, convidando os profissionais a buscarem qualificação, atualização e reflexão sobre o papel da arquitetura e da engenharia na sociedade”, diz o presidente da AEARV, o engenheiro civil Diego Panazzolo.

 

Atenção aos temas atuais e futuros

Nas três primeiras edições, o Congresso Estadual da AEARV valorizou temáticas condizentes com as urgências impostas pela necessidade de uma vida mais conectada à sustentabilidade, a cidades mais humanas, a moradias mais verdes e a espaços urbanos mais abertos.

No ano passado, o tema escolhido foi Coletividade, reunindo nomes como dos arquitetos Marcelo Ferraz e Edson Matsuo e dos engenheiros Marcus Daniel e Luiz Carlos Pinto Silva Filho. Conceitos de Urbanidade: Cidades para Pessoas foram o mote no congresso de 2016, quando participaram relevantes nomes internacionais como o arquiteto Ricardo Montezuma, um dos responsáveis pela execução do plano de mobilidade urbana de Bogotá, na Colômbia, e Grégory Bousquet, do premiado escritório Triptyque Architecture.

Na primeira edição, em 2015, a escolha recaiu sobre Ideias Sustentáveis: Reflexão e Consciência, reunindo um time com nomes como Tarcísio de Paula Pinto, Roberto Teitelroit e Allan Lopes.

 

Crédito das fotos: Barbara Salvatti

 




%d blogueiros gostam disto: