Sítio Crescer recebe festa julina orgânica dia 22.

Numa iniciativa do Slow Food Primeira Colônia e Via Orgânica, arraiá vai ser beneficente e também livre de transgênicos

 

Preservar e promover a biodiversidade são preceitos comuns entre o movimento Slow Food e a rota Via Orgânica. Juntas, as organizações vão promover uma Festa Julina Slow dia 22 de julho, no Sítio Crescer, em Garibaldi. Vai ter fogueira, feirinha orgânica, bergamotas e laranjas, pinhão, pipoca, batata doce, bolo de aipim, bolo de milho, amendoim, suco Fit Up, quentão e choripan do Valle Rustico. Ingredientes orgânicos e não transgênicos foram selecionados diretamente de produtores locais para a festa.

Boa parte da renda com brincadeiras e pratos típicos será revertida para custear a participação de produtores locais no Terra Madre Salone Del Gusto, o evento mundial do Slow Food, em setembro, na Itália. Participando da delegação brasileira, os associados do convivium local terão a oportunidade de participar de palestras, conferências e uma agenda de debates. Esse conhecimento depois será compartilhado com a comunidade local.

O Terra Madre vai reunir a comunidade mundial do movimento Slow Food em Turim, de 20 a 24 de setembro. Ao todo, serão 900 expositores de 143 países reunidos em torno do lema “Food for Change”.

 

Festa Julina Slow

 

Quando: 22/07/18, das 15:30 às 19:00

Onde: Sítio Crescer, R. Buarque de Macedo, 5841-5871

Cota de apoio: R$ 5,00 com direito a uma pipoca

Reserva de ingressos: 54 99971-9030 (Patricia Canal)

 

Mais sobre o Slow Food 

 

www.facebook.com/slowfoodprimeiracolonia

www.instagram.com/slowfoodprimeiracolonia

www.slowfoodbrasil.com

 

Siga o evento: http://bit.ly/festajulinaslow

 

Ana Carolina Azevedo

@anacarolazevedo @blogculinarismo

54 99938 7897




Deixe uma resposta