Brigada prende responsáveis por assassinato no bairro Serrano em Caxias do Sul

Dois adolescentes de 17 anos e um adulto, Rodrigo dos Santos de Castilhos, de 27 anos, foram presos no início da tarde deste sábado (11) pela Brigada Militar. Eles confessaram o envolvimento na morte de Jocemar Rodrigues Vieira no fim da manhã, no bairro Serrano.

Após o cometimento do crime, investigações levaram a Companhia de Operações Especiais (COE) da BM até a casa de um dos suspeitos na Rua Guerino Onzi, bairro Jardim Eldorado. A residência passou a ser monitorada, e um tempo depois desceu de um veículo Vectra um jovem com as características de um dos suspeitos. Ele foi abordado e detido.

O veículo foi acompanhado pelo setor de inteligência da BM e foi parado na sequência. Estavam no carro Rodrigo dos Santos de Castilhos e mais dois menores, de 16 e 17 anos. Este último confessou a participação no homicídio e conduziu os policiais até uma propriedade que fica entre os bairros Serrano e Parada Cristal, onde foram localizados, enterrados em um estábulo, os dois revólveres calibre 38 usados no crime.

Na sequência, o apreendido levou as guarnições até um matagal, onde foram localizados restos das vestes que haviam sido queimados após o crime. Os dois adolescentes foram apreendidos, e serão levados ao CASE. Já o maior de idade foi preso, por fornecer as armas e dar suporte à fuga dos assassinos.

O crime aconteceu por volta das 10h30 deste sábado (11), na Rua Elpidio Pereira da Silva, no bairro Serrano. Jocemar Rodrigues Vieira, de 24 anos, foi morto a queima-roupa. Ele caminhava na via junto com a namorada, quando foi abordado por dois indivíduos a pé. De imediato, sem qualquer tipo de sinalização, eles começaram a atirar.

O rapaz foi atingido na cabeça, e a namorada, de 16 anos de idade, foi atingida no queixo e ombro. Ela foi socorrida pelo SAMU e encaminhada ao Hospital Pompéia (HP), em princípio sem correr risco de vida. No hospital, em conversa com a Polícia Civil, a adolescente disse que não foi executada porque a munição das armas usadas pelos crimonosos acabou.

Jocemar Rodrigues Vieira tinha passagens pela polícia por tráfico de entorpecentes. Este foi o 65º caso de homicídio do ano em Caxias do Sul, somando 76 vítimas. O 5º caso do mês de agosto e o 30º ligado ao tráfico de entorpecentes. No ano, já são 84 crimes contra vida na cidade.




Deixe uma resposta