Categorias

Ministério Público denuncia 16 integrantes da facção Manos da Serra

14

A Promotoria de Justiça de São Marcos denunciou, nesta terça-feira (20), 16 integrantes da facção Manos da Serra, sendo que 15 deles foram presos em recente operação realizada na cidade. A denúncia, assinada pelo promotor de Justiça Evandro Lobato Kaltbach, é oferecida pela prática dos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores.

As atividades ilícitas dos integrantes da organização criminosa Manos da Serra ocorreram em diversos municípios da Serra Gaúcha, especialmente nas cidades de São Marcos, Vacaria e Caxias do Sul, até o dia 11 de outubro de 2018 (data do cumprimento dos mandados de prisão preventiva).

Foram denunciados Daniel Lopes, Suzete Lopes, Denise Maria Liposki, José Carlos Lopes, Andrei Liposki dos Passos, Dionatan Liposki Lopes, Adriano Chaves Alves, Elisandro dos Santos, Luis Conrado Rodrigues de Lima, João Francisco da Silva, Carlos Henrique Lima de Souza, José Carlos Rodrigues Becom Machado, Douglas Chaves Pereira, Vinícius Reinam da Silva Santana, Samuel dos Passos e Luísa Letícia Leodoro. Luísa é a única dos 16 que não está presa.

DENÚNCIA

De acordo com o MP, os integrantes eram chefiados por Daniel Lopes de dentro do estabelecimento prisional, de onde repassou ordens e supervisionou toda a atuação dos membros da facção. Vários familiares dele também são membros da organização: irmã, mãe, pai, irmão e três cunhados (todos denunciados e presos). Além dos parentes de Daniel, a organização criminosa era composta por mais integrantes, cada um com sua função.

Os denunciados promoveram, constituíram, financiaram ou integraram, pessoalmente, a organização criminosa voltada para o tráfico, homicídios, roubos, porte e posse de armas. Os membros da facção tinham em depósito, transportavam e guardavam diversas drogas ilícitas, entre elas maconha, crack e cocaína. Todos também são denunciados por corrupção de quatro adolescentes.

Daniel Lopes, Elisandro dos Santos, Carlos Henrique Lima de Souza, José Carlos Rodrigues Becom Machado e João Francisco da Silva são reincidentes.

Fonte: Assessoria de Imprensa Ministério Público | Região da Serra




Deixe uma resposta