Perícia aponta que perfis fakes foram acessados dentro da Câmara

466

Informação foi revelada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News, durante oitiva do vereador investigado, Moacir Camerini

Durante a oitiva do vereador Moacir Camerini (PDT), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News, divulgou que perícia técnica apontou que o perfil falso chamado de “Roberta Almeida”, que consta no processo da investigação, foi acessado por IPs da Câmara.

A leitura dos autos do processo foi feita pelo membro da CPI, vereador Anderson Zanella (PSD), antes de prosseguir aos questionamentos. “Os dados técnicos obtidos acerca do perfil falso na rede social facebook, chamado Roberta Almeida, condizem e reafirmam com o que disseram os ex-assessores do investigado, em seus depoimentos. A perícia baixou todos os dados do perfil falso desde sua criação. E analisando os dados da perícia técnica, segundo contagem que realizei, os IPs aparecem 83 vezes nos acessos e na maioria dessas ocasiões os acessos ocorreram entre 8h às 12h e entre 13h às 17horas. Tais acessos ocorreram entre junho de 2018 e março de 2019, período que todos os assessores que aqui deram depoimento trabalhavam no seu gabinete” , discorreu Zanella.

Ao ser questionando se o investigado tinha conhecimento que o perfil Roberta Almeida estava sendo acessado pelo referido IP de dentro de seu gabinete, o vereador rebateu dizendo que não tinha o conhecimento. “Eu não tenho conhecimento de nenhum fake ter sido usado no meu computador, na minha estrutura, eu não tenho conhecimento de fake nenhum, quando eu descobri estava fora do horário de trabalho, quando eu descobri que eles estavam usando esse fake, era no domingo”, defendeu-se Camerini.

Durou quase três horas o depoimento do vereador Moacir Camerini (PDT). A oitiva pode ser acessada na íntegra nas redes sociais da TV Câmara Bento.

Entenda o caso

A CPI das Fake News foi instaurada em 17 de maio pela Resolução n° 267/2019,  para investigar a suposta utilização da estrutura funcional da Câmara Municipal de Bento Gonçalves, pelo vereador Moacir Camerini (PDT), para disseminar conteúdos falsos em redes sociais.

Todas as Sessões da CPI foram transmitidas pela TV Câmara Bento por meio de suas redes sociais. Além do vereador investigado, já foram ouvidos três ex-assessores, e Rogéria Policárpio: 

– A primeira oitiva ocorreu dia 10 de junho, quando a comissão ouviu o ex-coordenador de gabinete do vereador, Dênis Alex de Oliveira

– No dia 17 de junho, a comissão ouviu o ex-assessor Jorge Bronzatto Júnior.

– No dia 24 de junho, foi ouvido o ex-assessor Jorge Mattos.

– No dia 1º de julho, foi ouvida a senhora Rogéria Policárpio.

Atua na defesa do vereador Moacir Camerini, o advogado Vinícius Boniatti.   

Ao término dos trabalhos, conforme o parágrafo 8º do artigo 67 do Regimento Interno, a Comissão Parlamentar de Inquérito apresentará relatório circunstanciado contendo a descrição resumida de todo o processo, com suas conclusões.

Integram a Comissão, os vereadores Jocelito Tonietto (PDT) como presidente, Idasir dos Santos (MDB) como vice-presidente e Volnei Christofoli (PP) como relator, tendo como membros titulares, os vereadores Anderson Zanella (PSD) e  Gilmar Pessutto (PSDB).




Deixe uma resposta