Cartilha “Enfrentando as Violências” contra crianças e adolescentes é lançada

991

Na manhã de quinta-feira, 17, na Fundação Casa das Artes, foi lançada a cartilha “Enfrentando as Violências” que aborda algumas das principais questões que envolvem a violência contra crianças e adolescentes e busca auxiliar na disseminação da informação e na identificação das situações. A cartilha traz assuntos como quais os tipos de violência, o que se deve observar, o que diz a lei, como ajudar, atitudes a serem tomadas, o que é Cultura de Paz, e foi instituída por meio do Decreto 9.841, de 5 de junho de 2018.

Em seu pronunciamento, a delegada Deise Salton Brancher Ruschel destacou que “esse é um dia muito importante para a nossa comunidade, pois esse trabalho busca promover uma vida digna, sem violência. Quando a violência surge, é preciso que os profissionais tenham um material mais direcionado para tratar o tema, explicativo, enfatizando a busca pelo apoio”.

O promotor Élcio Resmini evidenciou que “Bento Gonçalves está num processo de postura positiva contra a violência contra a criança e o adolescente. É um trabalho de prevenção, pois estamos numa luta para erradicar todas as formas de violência. Apesar de ser um pouco utópico precisamos pavimentar esse terreno para uma cultura de paz”.

O representante da 5ª Coordenadoria Regional da Saúde, João Gauer Júnior, salientou que o documento “demonstra, há um Comitê que a desenvolveu, onde diversos órgãos atuam juntos. Nessa união de esforços tem-se uma rede de auxílio, pró-ativa, que possibilita um alento a quem sofre, a quem é vítima de violência. Faz com que a pessoa não está sozinha, que ela pode superar”.

A secretária-adjunta de Educação, Adriane Zorzi, ressaltou que “é um dia feliz e triste. Feliz porque estamos aqui reunidos com as pessoas que podem nos ajudar a salvar, a prevenir e proteger as nossas crianças e adolescentes. E triste porque os números continuam crescendo. Nessa rede de órgãos que formam o Comitê e por meio desta cartilha podemos a trabalhar a diminuição destes números que revelam a face da violência. É um trabalho contínuo, de urgência e de alerta porque impacta diretamente a vida, afetando seu lado emocional e psicológico”.

O secretário de Habitação e Assistência Social, Eduardo Vírissimo, “a cartilha é uma ferramenta essencial. Os números não são bonitos de se olhar. E nós não estamos de braços cruzados. Os países desenvolvidos trabalham com 90% na prevenção e 10% no enfrentamento. Independente de qualquer outra estatística, nós temos que pensar em prevenir e por isso que essa cartilha é um passo de extrema importância”.

A cartilha foi elaborada pelo Comitê Municipal de Enfrentamento das Violências contra Crianças e Adolescentes do município de Bento Gonçalves, que é formado pelas secretarias de Educação, de Saúde, de Habitação e Assistência Social, Conselho Municipal dos direitos da Criança e adolescente (COMDICA), Conselho Tutelar, Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM), Coordenadoria da Mulher, 16ª Coordenadoria de Educação e possui o apoio do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do adolescente (CEDICA) e Universidade de Caxias do Sul, responsável pela diagramação e ilustração do material.

Assessoria de Comunicação Social

Fotos: Jose Martim Estefanon




%d blogueiros gostam disto: