Orestes de Andrade Jr. é o novo presidente da ABS-RS

Orestes de Andrade Jr. é o novo presidente da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS). O jornalista, radialista e sommelier ficará três anos no comando da secção gaúcha da ABS. Ele sucede Andreia Gentilini Milan, que será a diretora financeira da entidade para o triênio 2018-2020. Orestes Jr. era vice-presidente da ABS-RS, cargo que agora será ocupado pelo jornalista Marcos Graciani. O secretário da nova diretoria é o também jornalista Maurício Roloff. Todos são sommeliers formados pela ABS-RS, que tem entre seus objetivos a formação de profissionais para a cadeia do vinho e da gastronomia.

“Vamos continuar trabalhando em equipe para consolidar o papel de incentivador da cultura do vinho no Rio Grande do Sul, com foco na melhoria do serviço em bares e restaurantes, com especial atenção aos produtos elaborados no Brasil”, afirma Orestes Jr. O novo presidente da ABS-RS ainda diz que entre as metas da sua gestão está o aumento das turmas do Curso de Sommelier Profissional, o incremento de parcerias com vinícolas e importadoras e a implementação de atividades regulares para os associados da entidade.

Sobre o número de associados, que hoje são 53, a meta é chegar a 200 em três anos. “A Andreia fez o mais difícil, iniciar e seguir com regularidade e qualidade as atividades da ABS-RS. Agora o desafio é manter o que já foi conquistado e avançar ainda mais”, observa Orestes Jr. “Tornamos realidade o sonho antigo de ter uma unidade da ABS no Rio Grande do Sul, principal polo produtor da bebida no Brasil”, comemora Andreia Gentilini Milan, que deixa a presidência da entidade, ressaltando o suporte e a parceria da ABS-SP durante todo o seu mandato.

A sede da ABS-RS segue no Spa do Vinho Hotel e Condomínio Vitivinícola, em Bento Gonçalves, no coração do Vale dos Vinhedos. “Mas teremos uma subsede em Porto Alegre, que receberá a maioria das nossas atividades”, revela Orestes Jr. Em três anos, a ABS-RS formou 230 sommeliers no RS. O grande diferencial dos cursos oferecidos é que eles ocorrem dentro das vinícolas da serra gaúcha. Isso atrai interessados de todo o Brasil. No último curso aberto no início de março, estão presentes alunos de seis estados – Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Maranhão.

FOTOS EM ANEXO: DIVULGAÇÃO / ABS-RS




Deixe seu comentário !