Jornal Cidades da Serra - Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil
By Volben Propaganda On 31 maio, 2016 At 08:20 PM | Categorized As Pet, Slider Inicial | With 0 Comments

 

f4bad652c12758264f30b02a82d41ceb_GA filha do proprietário e atual responsável pelo pet shop denunciado através de redes sociais por maus tratos a pelo menos três cãezinhos na manhã desta terça-feira, dia 31, se manifestou nesta tarde

O estabelecimento virou polêmica após uma internauta postar em duas redes sociais fotos de um cãozinho Pinscher amarrado e enroscado a um pedestal e dois filhotes de Maltês em um pequeno cercado sem comida, além de uma aviso na porta do estabelecimento que dizia que o local só abriria às 14h desta terça.

A repercussão foi grande e praticamente simultânea, sendo acionadas a Patrulha Ambiental e a fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente (Smmam) do município para comparecerem ao local.

Segundo a responsável pelo local, Jéssica Machado, os animais não eram maltratados e tampouco estavam abandonados. Ela disse que o pai, que é o mandatário da loja, está em São Paulo, e o local está em processo de troca de alguns móveis e utensílios.

Ela contou que o pai tem o estabelecimento há quase 30 anos e nunca teve esse tipo de problema e que devido a bagunça da loja, deixou ao cão da raça pinscher amarrado em um pedestal, para que ele não caminhasse pela loja durante a noite “por causa da bagunça eu não deixei ele solto na loja, uma porque ele podia fugir, e outra porque ele poderia estar ingerindo substâncias impróprias, então eu botei ele em uma corrente e deixei preso, só que ele se enrolou no tripé de uma gaiola que caiu e ele ficou enrolado…eu não tinha noção de que isso podia acontecer” ressaltou.

Segundo a mulher, ela teria ficado até às 20h de segunda na loja, e ainda teria voltado após a meia noite para verificar os animais, e que o Pinscher, tinha água e comida ao seu alcance mesmo com a corrente presa no tripé.

A versão da mulher é compartilhada tanto pela Patran quanto pela fiscalização da Smmam. Segundo a patrulha o caso não configurou crime pois os cães estavam saudáveis e bem nutridos. A Smmam tratou o caso como um incidente.

Segundo a fiscal Rovana a fiscalização foi acionada e constatou a denúncia ainda pela manhã, porém devido ao estabelecimento estar fechado, os fiscais retornaram a tarde e deram uma notificação de advertência à responsável pelo local, porém não se viu animais maltratados no “a gente notificou a proprietária para que isso não volte a acontecer, mas, realmente foi um acidente, não é uma questão de negligência da proprietária, não é um animal que ficou uma semana por exemplo preso” ressaltou.

O estabelecimento recebeu uma notificação de advertência e teve de se comprometer a retirar os animais que estavam próximo a vitrine para que os mesmos não fiquem expostos. O cãozinho Pinscher, que estava para adoção já recebeu um novo lar, ainda na tarde desta segunda. Segundo os órgãos responsáveis, essa é a primeira vez que se recebe uma denúncia contra esse estabelecimento.

 

por João Paulo Kolassa

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>