Hospital Tacchini abre processo de seleção para contratar mais de 100 profissionais da saúde

0

Esta News tem o apoio de: Spazio Pet – Vai ser difícil fazer seu pet querer sair do banho.

O Hospital Tacchini está realizando obras de ampliação da sua UTI Adulta, as quais devem ser concluídas nos próximos meses. Para suprir essa demanda, a instituição busca agora contratar, de forma imediata, estes 100 profissionais, principalmente Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros. Deste total, 40 atuarão diretamente na UTI Adulto e os demais, nas diversas unidades assistenciais da instituição. Há ainda vagas para médicos, preferencialmente intensivistas, além de médicos com experiência em UTI com residência clínica, em cardiologia, pneumologia e neurologia, entre outros.

Créditos: Divulgação Tacchini

Para o decorrer do primeiro semestre, o Hospital Tacchini vai abrir 10 novos leitos na UTI Adulta, que está passando por ampliação e remodelação. Além de maior área, o setor será totalmente modernizado em termos de equipamentos, todos de última geração. “Isso vai exigir dos futuros profissionais um conhecimento amplo na área”, anuncia o Gerente de Gestão de Pessoas, Augusto do Amaral.

Leia mais: PRF atende acidente com óbito na BR 470 em Vila Flores

Além de equipamentos com estativas, que proporcionam mobilidade e flexibilidade para UTI’s, suportando equipamentos como monitores multiparamétricos, bombas de infusão e outros, vai contar com dispensador eletrônico de medicamentos, acionado através de biometria digital. “Paralelo a isso, já está implantado o prontuário eletrônico, que dispensa o uso do papel e, na nova UTI, estará presente em todos os leitos”, explica. “Sem dúvida, será uma das melhores UTI’s no Estado, onde os familiares poderão realizar visita extendida nas 24h do dia”, comemora o superintendente executivo do Hospital Tacchini, Hilton Mancio.

Hoje, o Hospital Tacchini é a empresa privada com maior número de funcionários em Bento Gonçalves, ficando atrás apenas da prefeitura. São mais de 2.100 funcionários e, mesmo assim, na área assistencial carece de mão de obra qualificada e que se identifique com o perfil que a rotina exige, ou seja, comprometimento, empatia, humanização, pró-atividade e, acima de tudo, conhecimento. “Seguidamente realizamos seleção para contratar estes profissionais, recrutando profissionais de diversos municípios, como Caxias do Sul e Veranópolis, entre outros. O Hospital inclusive disponibiliza o transporte de ida e volta”, relata o Gerente de Gestão de Pessoas, Augusto do Amaral.