Inflação dispara no país e alimentos como: arroz e óleo se tornam mais caros

0

A inflação oficial do país teve uma suba de 0,24% em agosto, e produtos alimentícios de alto consumo como o arroz teve uma valorização de 19,2% no ano, quanto ao óleo de soja 18,6% no período. E esses índices altos devem ser mantidos até 2021, devido a entressafra.

Os motivos para o disparo nos preços dos produtos alimentícios devem-se ao dólar alto com o aumento de exportações a redução de estoque no mercado interno e ao auxílio emergencial, benefício do governo federal que garante a população mais pobre do Brasil tenha acesso a cestas básicas.

O governo declarou que haverá desabastecimento no país e que não irá tabelar o preço dos produtos. Já a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que o Brasil deverá comprar 1,1 milhão de toneladas de arroz do exterior nesta safra.

Por: Antoniéla Fonseca