Câmeras em Farroupilha – por Claudir Benini Jornalista Reg. Prof.MTB/RS 15.972

0


Farroupilha volta a ser notícia negativa em vários meios de comunicação do estado e do país. Desta vez as câmeras de segurança de Farroupilha viram assunto nacional. Um serviço ‘vendido a população’ com o caráter de identificar suspeitos à distância e veículos roubados, além de fiscalizar placas a distância, incluindo implantação de um centro de controle operacional se vê em meio a um imbróglio de má administração.

Serviço segundo contrato de investimento de mais de R$ 2.807.937,48 está sem uso, e teve praticamentetodo sistema parado pelo atual prefeito em exercício.
Em meio as explicações dadas a população se veêm valores exorbitantes e surreais como por exemplo a contratação de equipe ‘técnica especializada’ de manutenção preventiva e corretiva de semáforos pelo montande de R$ 886.379,88.
Ainda 5 monitores de LED de 55 polegadas a R$ 43,333,92 reais. (R$ 8.666,60 cada monitor), tudo superfaturado será?
Querendo ou não o atual prefeito estava a par das ações da prefeitura de Claiton Gonçalves, ou não? Questionamentos são necessários.
O Povo quer saber.
Uma verdadeira festa com o dinheiro público. O Cercamento eletrônico tão sonhado de Farroupilha e semáforos inteligentes custam R$ 234 mil por mês e se encontram todos cobertos por uma capa, a fim de que sejam feitas auditorias, vistorias e leitura de todo contrato com seus devidos e reais valores. A população que vê aos acontecimentos assistem o desenrolar da história, ansiosos para saber quanto tempo o atual prefeito em exercício vai demorar para dar continuidade aos serviços e quais os problemas do contrato administrativo de prestação de serviços nº 252/2019. Contrato este que foi feito e vigorado durante a gestão do Médico e Prefeito Claiton Gonçalves com o sempre vice Pedro Evori Pedrozo, hoje prefeito em exercício. Será que encontrarão erros e facilitações? Tudo leva a crer que sim, mas logo ali na frente se esquece.
Embora o esforço do prefeito em exercício tem feito passando o olhos em dados e entrevista cedidas em veículos de imprensa, parece-me que a dupla, tanto o prefeito quanto o vice, se debruçaram em um jogo de acordos para dar atenção as câmeras e não a saída do cargo. Não nos assustemos se logo alí na frente não iremos ver a dupla novamente se apoiando. Sobre o afastamento de Claiton por doença…sem comentários. Realmente acham que o povo é idiota. Farroupilha também precisa de renovação política e urgente.