OS VINHOS E OS JOVENS: SUA RELAÇÃO PÓS ISOLAMENTO – Sommelier Maiquel Vignati

0

“Quando se fala em vinho, muitas pessoas logo imaginam um ambiente sofisticado, frequentado por pessoas mais vividas, com uma experiência de vida que lhes permite apreciar a bebida e tudo o que ela tem a oferecer. No entanto, este cenário vem mudando, e promete um crescente interesse do público jovem pós isolamento.

A tal da Geração Y já está no radar dos produtores de vinho por diversos motivos. Em primeiro lugar, é importante lembrarmos que esse consumidor não costuma ter um poder de compra elevado, buscando vinhos mais acessíveis. Em ocasiões especiais, em vez de gastar em um vinho de mais qualidade, acabam optando por um diferente, feito com uma uva ou processo atípicos.

“Os produtores vêem no público jovem uma oportunidade de mercado para inovar e vender vinhos mais simples em maior escala.” Essa fala é tradicional no mundo do vinho, porém será ainda maior pós pandemia, pois certamente não retornaremos a nossa “normalidade” e nosso consumo será mais equilibrado e oriundo de canais mais tecnológicos para esta geração, já a minha geração (geração X) se voltará mais para o consumo doméstico, do vizinho, do pequeno produtor.

Além disso, por estarem momentaneamente confinados e conectados, esses jovens acabam compartilhando informações e opiniões sobre os produtos, servindo como feedback e possibilidade de se enxergar novos mercados e oportunidades para produtores. Fiquemos ligados, pois acredito que essa geração está obrigatoriamente destinada a transformar a tendencia em comportamento.

Isso, aliado ao fator social e econômico, além de toda a aura de glamour proporcionada pela cultura do vinho, acaba atraindo muito mais o público a experimentar a bebida e mudar seus hábitos.

A popularização da bebida pelos jovens nos mostrará que ainda há espaço para inovar e crescer em todo o mundo, e em especial aqui no Brasil.