Diretoria Geral da CIC conhece principais pontos da Lei da Liberdade Econômica

281

O advogado, ex-presidente da CIC, César Ongaratto, foi o convidado da entidade para falar sobre a Lei da Liberdade Econômica, sancionada pelo presidente da República no dia 20 de setembro.

Conforme ele, é um novo paradigma para a iniciativa privada na história do Brasil.

“O texto que entrou em vigor corta o cordão umbilical entre o empresário e o Estado e abre um caminho para a melhor atividade do empreendedorismo”, resumiu.

Ele apresentou na quinta-feira, 26 de setembro, os principais artigos da nova legislação e debateu com os diretores da entidade o seu entendimento e suas repercussões.

“É a primeira lei brasileira que diz o óbvio e era exatamente isso que o Brasil precisava nessa área”, salientou.

Na prática, o advogado acredita que ainda é preciso aguardar para saber se a nova lei vai “colar” ou não.

Porém, destaca que o texto acaba com a grande intervenção do Estado nas empresas que sempre houve.

“Nós como empreendedores e formadores de opinião temos que lutar para que esta legislação funcione na prática. É um novo momento para o Brasil e para os empresários, com menos burocracia e intervenção do Estado”.




%d blogueiros gostam disto: