Esportivo conquista ponto importante diante do Internacional

0

Partida realizada no estádio Montanha dos Vinhedos mantém invencibilidade alviazul em Bento Gonçalves no Gauchão 2020

Foram mais de quatro meses sem atuar dentro de casa – e o retorno já reservou um emblemático confronto diante do Internacional. Mesmo sem a presença da torcida, o som ambiente do estádio Montanha dos Vinhedos recriou os cânticos que tradicionalmente embalam o Clube Esportivo toda vez que joga em Bento Gonçalves. Na fria noite de sábado, dia 25, a partida contra o colorado terminou empatada pelo placar de 1 a 1 – mantendo, por hora, o Alviazul na segunda colocação do Grupo B, com oito pontos, e em quarto lugar da classificação geral, com 16.

Válido pela 5ª rodada da Taça Francisco Novelletto Neto do Campeonato Gaúcho 2020, o jogo começou equilibrado. Apesar da maior posse de bola por parte da equipe porto-alegrense, a primeira grande chance da partida foi do Zebrão. Aos 32 minutos, o camisa 10 João Pedro cobrou falta na entrada da área, buscando o ângulo direito de Danilo, mas mandou por cima do gol. Logo na sequência, a oportunidade de abrir o placar novamente ficou a cargo do meia. O jogador colorado Rodrigo Lindoso derrubou João Pedro na área e o árbitro Anderson Daronco marcou pênalti – convertido pelo atleta aos 36 minutos. Porém, dois minutos depois, Robert chocou-se com Sarrafiore, do Inter, gerando outra penalidade máxima – igualando o marcador após cobrança de Willian Pottker.

Na etapa final, nada de gols – mas com um início que lembrou o primeiro tempo. Aos 13 minutos, o Esportivo teve chance de voltar à frente no placar com Marcão, que aproveitou e tocou para Caprini chutar a bola rente à trave colorada. O Alviazul ainda arriscou com o centroavante, que mandou por cima do gol de Danilo aos 25 minutos. Mas o placar não foi alterado: final, 1 a 1.

Para encarar o Internacional, o técnico Carlos Moraes escalou a seguinte equipe: Renan, Vinícius Bovi, Cleiton, Luis Eduardo, Gullithi, Xaro (Rômulo), Robert, Igor Bosel (Gustavo Sapeka), João Pedro, Caprini (Diogo) e Marcão (Flávio Torres). “A equipe conseguiu se portar bem no plano de jogo na parte técnica, tática e física, mas principalmente na questão psicológica, motivacional e na inteligência para se disputar um jogo como esse. Nosso objetivo era pontuar para seguirmos vivos na briga pelas vagas nacionais, visando também as demais metas dentro da competição”, pontuou Moraes.

O Esportivo volta à campo na quarta-feira, dia 29, para enfrentar o Juventude no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, às 21h30, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Gaúcho 2020.

Serviço do próximo jogo:

O quê:  Juventude x Esportivo, pela 6ª rodada da Taça Francisco Novelletto Neto

Quando: quarta-feira (29), às 21h30

Onde: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul

Crédito das fotos: Kévin Sganzerla