Inter vence o Juventude por 4 a 1 e vai para a final do Gauchão

0
182
 

O Inter é o primeiro finalista do Gauchão. Na noite deste sábado (8), a equipe colorada venceu o Juventude por 4 a 1, no Beira-Rio, e conseguiu reverter a vantagem adversária – o Alviverde havia vencido o jogo de ida. Yuri Alberto, Maurício, Edenílson e Rodinei fizeram os gols da classificação, enquanto Matheus Peixoto marcou para o Juventude.

Depois de ter perdido por 1 a 0 na partida de ida, o Colorado precisava vencer por dois gols de diferença para ter o direito de disputar a taça. Apesar do placar elástico, o confronto foi acirrado.

O primeiro jogo da decisão será realizado no dia 16 de maio. O adversário sairá do confronto entre Grêmio e Caxias, às 16h deste domingo (9), na Arena. O Tricolor tem a vantagem por ter derrotado o adversário por 2 a 1, no Centenário.

Antes, o time comandado por Miguel Ángel Ramírez visita o Deportivo Táchira-VEN, na próxima terça-feira (11), em partida da quarta rodada do grupo B da Libertadores.

O jogo

O Inter dominou o início da partida, mas tinha dificuldade de chegar com perigo ao gol de Marcelo Carné. A primeira oportunidade só apareceu aos 18 minutos. O goleiro do Juventude saiu errado e Palácios tentou o cruzamento. A defesa tirou e a bola sobrou para Maurício, que lançou para Thiago Galhardo cabecear para fora.

Com a desvantagem obtida no primeiro jogo, o Inter tentava tomar a iniciativa da partida, com maior posse de bola. Já o Juventude imprimia uma marcação forte e tentava tirar espaços dos donos da casa. Nesse cenário, a partida teve raras oportunidades de gol em seu início. O Colorado acabou conseguindo a vantagem em duas falhas defensivas do rival. Aos 42, o ataque colorado aproveitou contra-ataque em velocidade e Thiago Galhardo rolou a bola para Yuri Alberto escorar para as redes. Pouco depois, aos 46 minutos, Edenílson cruzou rasteiro para Maurício ampliar.

A etapa complementar iniciou com maior intensidade e pressão inicial do Juventude. Mas foi o Inter que voltou a marcar. Após consulta ao VAR, o árbitro assinalou pênalti de Marcelo Carné em Yuri Alberto. Edenílson cobrou com categoria e fez o 3 a 0. Aos 21, Daniel Bins assinalou o pênalti para o Juventude, por falta de Cuesta em Paulo Henrique. Matheus Peixoto finalizou bem e descontou. Rodinei fez o quarto gol colorado aos 33, ao cabecear para as redes e decretou a vitória colorada por 4 a 1. Peixoto ainda teve a chance de marcar, mas viu Marcelo Lomba fechar a meta.

Ficha técnica

– Inter (4): Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Lindoso) e Praxedes (Nonato); Palacios (Yuri Alberto), Thiago Galhardo (Marcos Guilherme) e Mauricio (Caio Vidal). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

– Juventude (1): Marcelo Carné; Paulo Henrique, Vitor Mendes, Forster e Alyson; João Paulo (Elton), Castilho (Bochecha), Capixaba (Matheuzinho), Wescley (Matheus Jesus) e Marcos Vinicios (Nicolas); Matheus Peixoto. Técnico: Marquinhos Santos.

– Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Mateus Olivério Rocha. Quarto árbitro: Roger Goulart. VAR: Wagner Reway, da Paraíba.