Fenavinho apresenta trajes das soberanas da 17ª edição

0

Divulgação das peças que serão usadas pela Imperatriz e pelas Damas de Honra ocorre durante a abertura da 11ª Estação Vindima, dia 17 de janeiro.

Esta News tem o apoio de: Portal de notícias Esportes Cidades

Eles atraem olhares curiosos do público e mexem com o imaginário de qualquer um – símbolo de glamour e encantamento, os trajes da Imperatriz e Damas de Honra da Fenavinho ganham novas versões para a 17ª edição da festa, cuja programação inicia em maio e segue até junho deste ano em Bento Gonçalves. Quem quiser conhecer os detalhes dos novos vestidos, no entanto, não precisa esperar até lá para isso: basta prestigiar a abertura da 11ª Estação Vindima, que ocorre dia 17 de janeiro, às 18h, junto à Igreja São Bento. Na oportunidade, Bárbara Bortolini, Ana Paula Pastorello e Sandi Marina Corso desfilarão para o público com os novos trajes – que prometem surpreender.

Confira as empresas do GUIA CIDADES da Serra. Venha você também e seja visto por milhares de pessoas!

Desde a concepção dos vestidos até a sua confecção, que entra agora nos ajustes finais, foram quase seis meses de dedicação. O projeto é conduzido pela estilista Caroline Ambrosi, que conta ainda com o empenho de mais três pessoas na equipe. Mais do que apenas desenhar e produzir os trajes, o processo de criação tem uma etapa prévia, que é uma detalhada pesquisa dos trabalhos desenvolvidos nas edições anteriores daquela que é conhecida como a festa mãe de Bento Gonçalves e também a busca de argumentos históricos, sobretudo relacionados à imigração italiana. O desafio é duplo: resgatar e reforçar elementos da cultura local e regional e, ao mesmo tempo, entregar um produto inovador às representantes da Fenavinho.

A partir dessa coleta de dados, Caroline partiu para e elaboração do croqui e, por fim, a definição das cores e, principalmente, dos tecidos que serão empregados. A escolha requer muito equilíbrio, para dar a medida certa de postura e leveza. “Precisamos de tecidos-base mais encorpados, para dar a devida sustentação à parte de bordado e pedrarias, mas o oposto para mangas e golas, onde é necessário um toque mais acetinado que dê fluidez para o movimento dos braços”, explica.

Os elementos que remetem ao universo do vinho, obviamente, também estarão presentes na composição, especialmente nos bordados, mas de uma forma renovada, já que são itens recorrentes ao longo das 16 festas realizadas desde a estreia, em 1967. A própria Pipa Pórtico, símbolo de destaque no município, terá um papel de extrema importância, ditando a forma das vestimentas. “Toda a modelagem das saias será em formato de “A”, que fica levemente armado, mas que não tem aquele volume exagerado que têm as pregas”, acrescenta a estilista.

Nas melhores mãos

Caroline Ambrosi é graduada em Moda pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), com pós-graduações em Moda: Teoria e Prática Empresarial e Educação de Moda. A profissional atua há 21 anos no ramo e tem em seu portfólio a assinatura em mais de 400 trajes de soberanas de eventos da Serra Gaúcha, em pelo menos 15 municípios da região. Caroline também dedicou 18 anos de sua carreira para lecionar em universidades, no Senai e em entidades privadas. Atualmente, mantém seu ateliê na cidade de Veranópolis.

SERVIÇO

O quê: apresentação dos trajes das Soberanas da 17ª Fenavinho

Quando: Dia 17 de janeiro, sexta-feira – A partir das 18h

Onde: Abertura da 11ª Estação Vindima, junto à Igreja São Bento (após, haverá a Festa da Abertura na Rua Coberta)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui