Jornal Cidades da Serra - Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil
LANÇADOS RÓTULOS COM INDICAÇÃO GEOGRÁFICA PARA VINHOS DE MONTE BELO
By Volben Propaganda On 5 jun, 2016 At 08:57 AM | Categorized As Slider Inicial, Vinhos & Vinícolas | With 0 Comments

IMG_8024Após a abertura da 4ª edição da Mostra do Vinho, Artesanato e Agroindústrias nesta sexta-feira, 3, foi a vez da solenidade de lançamento dos primeiros vinhos de Indicação Geográfica (IG) em Monte Belo do Sul. O ato contou com a presença de jornalistas e convidados, e foi conduzido pela Embrapa Uva e Vinho e pelos produtores envolvidos na certificação, nas dependências do Il Divino Café.

 

Os primeiros vinhos certificados com a chancela concedida pelo Instituto de Propriedade Industrial (Inpi) que chegam ao mercado são quatro vinhos tintos, das variedades Merlot e Tannat, dois vinhos brancos, Riesling e Chardonnay, e um espumante elaborado pelo método tradicional, no corte exclusivo da IG Monte Belo (Riesling Itálico, Pinot Noir e Chardonnay). Inicialmente os produtos são das vinícolas Calza, Faé e Fantin.

“Estamos trabalhando desde 2004 para termos os vinhos de Monte Belo certificados com a Indicação Geográfica. Foi um longo caminho que percorremos para qualificar a nossa produção, e é gratificante chegar nesse momento de apresentar nosso produtos para os consumidores”, destaca Roque Faé, diretor do Conselho Regulador da IG Monte Belo e proprietário da Vinhos Faé.

Todos os produtos foram elaborados seguindo os padrões de qualidade exclusivos desta região, controlados pelo Conselho Regulador da IG Monte Belo. Dentre eles, pode-se destacar que 100% das uvas foram produzidas na origem da área geográfica delimitada, com controle de produtividade e com padrões de maturação diferenciados. Os vinhos passaram por análises laboratoriais e sensoriais que atendem a padrões diferenciais para os vinhos desta origem.

Além do importante engajamento dos integrantes da Aprobelo, Faé reconhece o trabalho conjunto das entidades parceiras, como: Embrapa Uva e Vinho, Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Universidade de Caxias do Sul (UCS) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que auxiliaram nesta conquista, orientando no desenvolvimento das potencialidades vitivinícolas da região. Atualmente a Aprobelo reúne 11 vinícolas, das quais três já produzem vinhos dentro das normas estabelecidas na Indicação Geográfica.

 

Por Felipe Machado – Disfusora

Leave a comment

You must be Logged in to post comment.