Jornal Cidades da Serra - Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil
O elegante jogo da harmonização. Por João Ferreira – Sommelier da Vinícola Peterlongo
By Volben Propaganda On 23 fev, 2017 At 06:03 AM | Categorized As Colunistas, Slider Inicial | With 0 Comments

A compatibilização entre pratos e vinhos nada mais é do que o delicioso jogo que pratica à mesa. Depois de analisar alguns dos principais componentes, é de falar dos estrutura dos alimentosos e dos vinhos, a medida que apresentam  níveis diferentes de gordura, suculência, untuosidade, maciez, peso e intensidade do sabor.

Digamos que o prato seja um brochonette (espetinho) de carne de porco e cebola caramelada em molho de laranja. A carne tem peso  médio à leve, enquanto a caramelização acrescenta um toque adocicado ao prato. Um tinto potente não seria adequado. Teria peso superior ao da carne, e o doce “brigaria” com os taninos.

 

A dica é: ficar com um branco/espumante de corpo médio, com boa acidez e aromático, isto produzirá um sensação de perfeito equilíbrio em boca.

Bom apetite!!

Leave a comment

You must be Logged in to post comment.