Brigada Militar prende quadrilha e apreende armas, drogas e munição no KM2 interior de Bento Gonçalves

309

No final da tarde desta terça (24), por volta das 18h, a Brigada Militar de Bento Gonçalves, juntamente com o apoio do 4º BPChoque de Caxias do Sul, realizou operação de repressão aos homicídios e ao tráfico de drogas, sendo realizada na linha Passo Velho, KM2.

Após incursão das guarnições em um sítio localizados naquele local foram localizados e aprendidos os seguintes materiais: 18 tabletes de maconha pesando 12,70Kg, 2 tabletes de cocaína pesando 2 kg, 1 PT 9mm raspada, 1 PT 380, 1 Fuzil 556 marca colt, 1 Cal.12 modelo 586, 1 Cal.12, o valor R$ 2.391,00 em moeda corrente, o valor de R$ 3.800,00 em cheques, 02 balança de precisão, 19 munições Cal.12, 60 munições Cal.556, 32 munições Cal.380, 02 carregadores de 556, 5 aparelhos celulares, 7 câmeras de monitoramento, 1 rolo de plástico filme, 1 rolo de sacolas, 2 coldres, 1 relógio dourado, 1 placa de colete tamanho G, 1 monitor marca Samsung 32, 1 faca, 1 veículo Hyundai hb20 de cor prata e 1 veículo Toyota corola de cor cinza. Em decorrência da localização dos ilícitos foram presos os seguintes indivíduos: Reni Alves da Silva, 40 anos, o qual estava com monitoramento eletrônico, Maikon de Vargas, 23 anos, Silas Furtado Pereira, 20 anos, Marciano Gianello, 27 anos, Izandra gianello, 43 anos, sendo que todos estavam no sítio no momento da apreensão.

PRESO: Reni Alves da Silva, 40 anos (Antecedentes: homicídio 4x, ameaça 2x, porte ilegal de arma de fogo 1x, lesão corporal 2x)

PRESO: Maikon de Vargas, 23 anos (Antecedentes: posse de entorpecentes 1x, cárcere privado 1x)

PRESO: Silas Furtado Pereira, 20 anos (Antecedentes: tráfico de entorpecentes 2x, receptação 1x, roubo a pedestre 1x, porte ilegal de arma de fogo 1x)

PRESO: Marciano Gianello, 27 anos (Sem antecedentes)

PRESO: Izandra Gianello, 43 anos (Antecedentes: Porte ilegal de arma de fogo 1x).

Os materiais apreendidos, juntamente com os acusados foram encaminhados até o plantão da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para a lavratura do auto de prisão em flagrante.

Fonte: Comunicação Social do 3º BPAT




%d blogueiros gostam disto: