Sala do Empreendedor registra 98% de satisfação de seus usuários

A Sala do Empreendedor, espaço que centraliza toda a tramitação necessária para o processo de formação de novas empresas, realizou em 2018, cerca de 16 mil atendimentos, uma média de 1.600 pessoas por mês.

De forma a buscar a qualidade no atendimento dos munícipes, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) disponibiliza uma pesquisa de satisfação para os usuários avaliarem os serviços prestados no local.

A pesquisa, que leva em consideração a facilidade em recolher a documentação solicitada, a facilidade em conseguir as licenças exigidas e tempo de espera no processo, alcançou índices positivos, com 98% de aprovação do público.

Segundo o secretário da pasta, Sílvio Bertolini Pasin, o resultado reflete o trabalho desenvolvido pela equipe. “A Sala possui servidores de diversas áreas preparados para auxiliar em todos os processos desde a abertura, alteração e regularização da empresa. Nosso objetivo é solucionar os problemas do cidadão, com agilidade e sem burocracia”, ressalta.

Segundo a SMDE, já foram protocolados 7.156 pedidos de alvarás, 3.678 notas fiscais eletrônicas efetuadas, realizados 5.155 atendimentos referentes a análises de consultas de viabilidades realizadas no site da JucisRS e outros processos, como o licenciamento ambiental.

Sobre a Sala do Empreendedor

O local conta com uma equipe composta por servidores das áreas de desenvolvimento econômico, meio ambiente, vigilância sanitária, finanças, IPURB e JucisRS. Entre os serviços prestados estão análises de documentação, alterações de dados, procedimentos administrativos para inscrição via JucisRS, protocolo de inscrições, certidões de zoneamento, licenciamento ambiental, alvará sanitário, projetos e consultas prévias.

O espaço opera ainda a Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), em uma parceria da SMDE, Junta Comercial e Sebrae/RS. Com a implantação do sistema, o processo de abertura de novos negócios foi otimizado. O registro de uma micro ou pequena empresa que durava em média 58 dias passou a ser de sete a 15 dias.

 

 

Assessoria de Comunicação Social

Foto: Divulgação/ SMDE




Deixe uma resposta

hasiltogel.xyz