Jornal Cidades da Serra - Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil
Proamb e BRDE assinam financiamento no valor de R$ 5,5 milhões
By Volben Propaganda On 16 jun, 2016 At 09:47 AM | Categorized As Eventos, Slider Inicial | With 0 Comments

4j7mp3Na quarta-feira, 15, uma comitiva da Fundação Proamb esteve em Porto Alegre para comemorar os 55 anos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE e, ainda, para assinar o repasse no valor de R$ 5,5 milhões para projeto de inovação da Fundação Proamb. A cerimônia ocorreu no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini e contou com a presença do governador José Ivo Sartori.

Através dos programas BRDE PCS – Produção e Consumo Sustentáveis e BRDE Inova, em parceria com o Finep – Financiadora de Estudos e Projetos serão financiados R$ 5,5 milhões de um investimento total de R$ 6,80 milhões no desenvolvimento de um sistema inovador de produção de combustível derivado de resíduo (CDR) de alto rendimento. “Provamos que o projeto da Fundação Proamb tem ineditismo. Trabalhamos ao longo de dois anos para apresentar o projeto ideal, que, agora, será executado com o apoio do BRDE”, comemora o diretor de Operações da Fundação Proamb, Gustavo Fiorese.

 

A unidade de coprocessamento de resíduos da Fundação Proamb está localizada no município de nova Santa Rita, na Região Metropolitana de Porto Alegre e, com o repasse financeiro, prevê a ampliação da planta que se torna referência a nível mundial. “É a única unidade do Brasil com equipamentos importados de grande capacidade e tecnologia. O arranjo produtivo desenvolvido será destaque a nível nacional e privilégio para o RS”, destaca Fiorese.

Parceria do BRDE desde 2011, a Fundação Proamb, com sede em Bento Gonçalves, tem como principais atividades a disposição de resíduos sólidos industriais em aterro, bem como a preparação do CDR com resíduos sólidos inflamáveis para queima. A Fundação atua também nas áreas de assessoria ambiental, educação e a realização da Fiema Brasil – Feira de Negócios e Tecnologia em Água, Resíduos, Efluentes e Energia. “A Proamb é uma fundação formada por empresários, desejando preservar e principalmente fazer algo inovador como transformar resíduos em energia. Esta parceria nos orgulha”, afirmou em seu discurso o vice-presidente do BRDE Odacir Klein.

Anfitrião, o governador José Ivo Sartori relatou conhecer a história de 25 anos da Fundação Proamb e, destacou ainda, a importância da realização da Fiema Brasil. “Essa ampliação da unidade de coprocessamento da Fundação Proamb com certeza gerará muitos empregos”, festejou Sartori.

À frente da entidade, o presidente Neri Gilberto Basso destaca o orgulho que une todos aqueles que acompanham a trajetória da entidade. “Tenho muita satisfação em ter participado da história da Proamb. Nossa visão pode parecer ambiciosa, e até utópica para o futuro da entidade, mas, levando em conta o quanto já foi conquistado, continuamos convictos, motivados e determinados a prosseguir nossa jornada. Queremos que Bento seja reconhecida como polo ambiental na região sul do país. Para a Proamb, desejamos que possa ser uma organização referência mundial dentro do terceiro setor”.

Os 55 anos do BRDE

Em 1961, os governadores Leonel Brizola, do Rio Grande do Sul, Celso Ramos, de Santa Catarina, e Ney Braga, do Paraná, iniciaram o projeto que levou à criação do Conselho de Desenvolvimento do Extremo Sul – Codesul e do BRDE. O modelo de instituição pública de fomento, inspirado em organizações de referência internacionais e nacionais, tais como o Banco Mundial e o BNDES, extrapolava os objetivos econômicos. Buscava-se reduzir desigualdades regionais e elevar os padrões de vida, com a contribuição decisiva do Estado.

Os primeiros técnicos que integraram o quadro funcional do BRDE eram oriundos da Faculdade de Ciências Econômicas e do Instituto de Estudos e Pesquisas Econômicas – IEPE da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, liderados pelo professor Pery Pinto Diniz.

Com presença nos três estados da Região Sul, o BRDE tem como atividade principal a concessão de crédito e de financiamentos de longo prazo que propiciem um avançado nível tecnológico de produção agrícola, industrial, comercial e de serviços, e promovam inovações no processo de desenvolvimento econômico, social e ambiental sustentável.

 

Foto: Jussara Konrad –Fonte: Site da Proamb

 

Difusora 890

Leave a comment

You must be Logged in to post comment.