Jornal Cidades da Serra - Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil
Segurança Pública – POLÍCIA CIVIL DESATIVA DOIS LABORATÓRIOS CASEIROS DE DROGAS SINTÉTICAS
By Volben Propaganda On 11 jul, 2016 At 08:53 AM | Categorized As Slider Inicial, Trânsito e Segurança | With 0 Comments

20160710120305imagePoliciais da 1ª DIN/Denarc realizaram duas ações na madrugada deste domingo (10/07). Três suspeitos de comercializarem drogas sintéticas em festas rave foram presos na região metropolitana. Segundo o delegado Guilherme Calderipe, os policiais descobriram a localização de dois laboratórios caseiros, um em São Leopoldo e outro em Canoas.

Houve apreensão de matéria-prima para a produção de lança perfume, substâncias como clorofórmio e acetona. Ao todo, cem frascos de lança perfume foram encontrados já preparados e prontos para venda. Além disso, cerca de 400 comprimidos de ecstasy foram encontrados durante as buscas. Diversos formatos de ecstasys foram apreendidos, chegando num total de 8 tipos de comprimido.
“Suspeita-se que o material fosse ser comercializado em uma festa rave em Gravataí neste final de semana”, contou o delegado.

Dois dos presos são suspeitos de serem os responsáveis pela produção da droga. O terceiro, uma mulher de 34 anos de idade, é suspeita de fazer a comercialização nas festas eletrônicas. Embora, segundo as investigações, os dois autuados e a autuada já realizassem durante algum tempo as atividades ilícitas nenhum dos presos possuía antecedentes policiais por tráfico de drogas.

O Diretor de Investigações do Narcotráfico, Delegado Mario Souza, afirmou que “as investigações tiveram início em maio deste ano, e que o objetivo era descobrir não só as pessoas que transportavam a droga, mas os produtores e fornecedores”. “O ecstasy, uma droga cara, onde o comprimido, a dose, é vendido tranquilamente por até R$ 100 reais nos eventos.” Explicou Souza.

E destacou “o perfil dos suspeitos de tráfico de drogas sintéticas mais uma vez se repete: jovens, de condições financeiras maiores e que transitavam em círculo social de universitários com acesso a pessoas, possíveis usuários, de poder aquisitivo maior.” Os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

 

 

Fonte: 1ª DIN/Denarc

Leave a comment

You must be Logged in to post comment.