Atendimento e orientações Procon de Garibaldi

0

Conforme a coordenadora executiva do órgão no município, Luciana Lima Saleh, a recomendação é de que os fornecedores limitem a quantidade de venda dos produtos de alta demanda, como álcool gel, máscaras, luvas e demais insumos químicos, para que todos tenham acesso aos produtos. Além disso, a população deve ficar atenta aos preços abusivos destes e de outros produtos à venda neste período.

“Pedimos a colaboração para que esta recomendação seja acatada e havendo denúncia de consumidor poderá caracterizar prática abusiva. O aplicativo nota fiscal gaúcha nos mostra em tempo real onde está sendo vendido e qual o valor e a quantidade de produto” reforça Luciana.

O Procon também pede a colaboração dos fornecedores para que não abusem nos preços cobrados ao consumidor. “Elevar os preços sem justa causa, caracteriza crime contra economia. Neste momento devemos ter bom senso para que todos tenham acesso aos produtos de forma justa” finaliza Luciana.

ASCOM- PMG

JC- Antoniéla Fonseca