CIDADANIA ITALIANA por Drª Clarice Baú – Advogada

0

 

Ser reconhecido como cidadão italiano, significa ter os mesmos direitos e deveres de um italiano nato. Um cidadão brasileiro com dupla nacionalidade, goza de todos os direitos da legislação Italiana, podendo residir, estudar ou trabalhar em todos os países que fazem parte da União Europeia.

De modo geral, todos os descendentes de italianos podem ter acesso à cidadania italiana, com apenas algumas exceções. Para tanto, basta que eles comprovem a transmissão de sangue através da apresentação de certidões de nascimento, casamento ou óbito e não há limite de gerações para solicitar a cidadania. Assim, até um bisneto de italiano pode fazer o processo e conquistar esse direito.

A transmissão da cidadania na Itália é regida pelo Jus Sanguinis, ou seja, pelo direito de sangue. De acordo com a Constituição, os filhos de italianos, mesmo os que tenham nascido em território estrangeiro e sem sobrenome italiano, são considerados cidadãos do país desde o nascimento.

Então, você é uma dessas pessoas que possui ancestrais italianos e está em busca da dupla cidadania? Primeiro você tem que ir em busca das suas raízes, entender a história da sua família, conhecer os seus antepassados. A dica mais valiosa para que esse processo finalize de forma positiva, é montar a árvore genealógica de sua família, assim você vai conseguir entender de quem você é descendente.

 

Clarice Baú

OAB/RS 44870  @bauportoecouto