Estabelecimentos do Centro Histórico devem ter letreiros padronizados

597

O Centro Histórico é um dos principais cartões-postais de Garibaldi. Com a revitalização da rua Buarque de Macedo e a instalação permanente da Piccola na praça Loureiro da Silva, o local é atração turística, além de palco para eventos consagrados no município, como o Garibaldi Vintage, Carnaval Retrô, Natal Borbulhante e desfiles temáticos.

Para manter a característica do casario antigo, estabelecimentos instalados nos prédios definidos como patrimônio histórico devem atender a critérios determinados na Lei nº 5.102 de 2018, que dispõe sobre a publicidade e propaganda no Centro Histórico.

“Os letreiros nas fachadas devem atender às restrições determinadas pela lei, para não descaracterizar os prédios antigos e evitar a poluição visual”, explica o secretário municipal de Turismo e Cultura, Paulo Salvi. Os painéis são submetidos à aprovação do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (COMPHAC).

“Percebemos que muitos já se adequaram, outros já nos procuraram pedindo orientações. Mas alguns locais ainda não se manifestaram”, avalia a presidente do COMPHAC, Janete Festa.

Estabelecimentos em desacordo com os padrões estabelecidos serão notificados e têm o prazo de 180 dias para adequação.

“Pedimos a compreensão dos estabelecimentos comerciais para que colaborem para o nosso Centro Histórico se manter preservado e atrativo para tantas pessoas”, reforça o secretário.




%d blogueiros gostam disto: