Fórum debateu a Segurança Pública em Carlos Barbosa

100

O Poder Legislativo de Carlos Barbosa, atento as frequentes reivindicações dos munícipes, promoveu na quarta-feira,17, o “Fórum de segurança pública: alternativas práticas para a solução de conflitos urbanos”. O intuito do evento foi discutir melhorias para o município, através da participação efetiva da sociedade na busca de soluções frente às situações apresentadas e mediante o diálogo e o comprometimento das autoridades presentes.

Participaram da Mesa como debatedores o Presidente do Legislativo, Luciano Baroni; o Prefeito em exercício, Roberto Da-Fré; o Promotor de Justiça, Dr. Paulo Adair Manjabosco; o Secretário Municipal de Segurança e Trânsito, Grandemelo Rodrigues dos Santos; o Comandante da Brigada Militar, Gualsir Vicente Candaten; o Delegado de Polícia, Clóvis Rodrigues de Souza e os conselheiros tutelares Edivan Carniel e Renato Cislaghi. Também fizeram parte da Mesa os vereadores Enio Grolli, Miguel Alberto Stanislososki, Alef Assolini, Denir Gedoz, Everson Kirch, Maria Rosalia Freitag Cousseau e Valmor Da Rocha. Estiveram presentes secretários municipais e representantes do Governo, dos Bombeiros Voluntários, das associações dos bairros, imprensa e comunidade em geral.

Inicialmente os debatedores apresentaram suas visões a respeito dos problemas urbanos. Os principais assuntos discutidos foram a pertubação do sossego, a drogadição, o tráfico de entorpecentes, o consumo de bebidas alcoólicas por menores, a falta de fiscalização, o alcoolismo e a necessidade de investimentos na educação. Após, o público, que se constituiu em cerca de 50 pessoas, também pode se manifestar levantando questionamentos, sugestões e reflexões.

Como resultado, uma comissão foi constituída para análise das propostas apresentadas durante o fórum e posterior encaminhamento aos órgãos competentes. A comissão foi formada por vereadores e por voluntários do público presente. Abaixo algumas das propostas a serem analisadas pela comissão, que passaram pela deliberação do público presente:

– Proibição de comercialização de bebidas alcoólicas em eventos escolares;

– Proibição do consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos das 22h às 6h;

– Realização de estudo para a proibição de estacionamento em locais específicos/estratégicos durante a noite/madrugada;

– Realização de estudo para buscar formas de cobrar e realizar a fiscalização das legislações relacionadas a perturbação de sossego, como a Lei do Barulho e demais alterações no Código de Posturas decorrentes do Fórum da Cidadania realizado em 2014.

A realização do Fórum foi considerada pelos presentes uma iniciativa que denota esperança por melhorias na área de segurança. No entanto, os debatedores entendem que é preciso avançar e continuar o debate para encontrar medidas efetivas no município.




%d blogueiros gostam disto: