Exportações ficam estáveis no polo moveleiro de Bento Gonçalves em 2020

0
19

As exportações moveleiras reagiram de modo favorável nos últimos meses de 2020 e a região conseguiu recuperar boa parte das perdas que ocorreram no segundo trimestre do ano passado, considerado o pior período para os embarques de móveis. No polo moveleiro de Bento Gonçalves, os valores exportados em dólares ficaram praticamente estáveis em relação ao ano anterior e melhor desempenho em comparação ao estado e país. Foram exportados US$ 47,6 milhões, o que representa uma queda de 0,2% em comparação a 2019.

Os Estados Unidos estão consolidados como o principal destino dos móveis da região. Destaques também para os bons resultados foram registrados para Peru, Reino Unido, Porto Rico, Equador, França e Emirados Árabes Unidos. Os dados são originários do Comex Stat – portal oficial de estatísticas de comércio exterior do Brasil – e apurados pela Inteligência Comercial do Sindmóveis Bento Gonçalves.

Bento Gonçalves encerra o ano com melhor desempenho em comparação ao estado e país. Embora as exportações do RS e Brasil os últimos meses do ano tenham retomado uma trajetória positiva a partir dos níveis pré-pandemia, ainda não foram capazes de recuperar as perdas do ano. No RS, a queda foi de 9,8% e, no Brasil, de 2,0%.

As previsões são de continuidade da trajetória positiva, sustentadas pela alta demanda por mobiliário e expectativas de vacinação e controle da pandemia. Contudo, o cenário ainda desperta preocupações devido a persistência de muitas incertezas e volatilidade no mercado internacional.

O polo moveleiro de Bento Gonçalves engloba cerca de 300 indústrias e inclui, também, os municípios de Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira e Santa Tereza.

 

Principais destinos dos móveis produzidos no polo moveleiro de Bento Gonçalves em 2020

 

  1. Estados Unidos
  2. Uruguai
  3. Peru
  4. Chile
  5. Reino Unido
  6. Colômbia
  7. México
  8. Parguai
  9. Porto Rico
  10. Bolívia