Notícias de Bento – Ao custo de R$ 4,3 milhões de aluguel, prefeitura centraliza secretarias.

Por indicação e com dispensa de licitação o prefeito de Bento Gonçalves Guilherme Pasin  autorizou a locação de um imóvel  por 60 meses para unificar as secretarias do município.
Trata-se de um imóvel na Rua 10 de Novembro, 190 (defronte a estação da Maria Fumaça), a qual deverá ter 14 repartições públicas.
O imóvel foi alugado da OMZ Negócios Imobiliários  tem um valor estimado para os 60 meses de R$ 4.308,731,04

O contrato de aluguel foi assinado no último dia 29 de dezembro. O prédio possui cerca de sete mil mts² de área a ser utilizada. Com a implantação, segundo a administração haverá redução de despesas com vigilância, limpeza, monitoramento, energia, aluguel e pessoal.

O prédio não é próprio e o funcionamento da Prefeitura no local possui prazo de cinco anos. O valor do contrato de aluguel será de R$ 77 mil por mês, com pagamento a partir de julho.

Com a alteração serão unificados, a recepção, central telefônica e a central de frotas. Ao lado do prédio alugado já estão instalados a Secretaria de Saúde, Segurança e Mobilidade Urbana.

Segundo informações da administração haverá uma provável diminuição nos valores pagos atualmente em aluguéis, também uma redução de funcionários na segurança.

Um despesa extra também deverá ser somada a nova instalação e troca de equipamentos, elétrica, internet, móveis e periféricos.

O que muda?
Secretarias e órgãos que vão funcionar na nova sede: Habitação e Assistência Social, Educação, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente, Turismo, IPURB, CTEC, CREAS, Conselho Tutelar, Junta Comercial, Arquivo Histórico, Captação de Recursos, SESMT e Centro Revivi.

O que diz a administração sobre o Centro Administrativo
A construção do Centro Administrativo é uma das metas da administração do prefeito Guilherme Pasin. O projeto arquitetônico do prédio que será construído na Avenida Presidente Costa e Silva já está finalizado. Os demais projetos que incluem o Estrutural, Elétrico, Hidrossanitário com Reaproveitamento de Águas Pluviais, de Gás, Drenagem, Telefonia, Rede Lógica, Sub Estação Transformadora, Ar Condicionado entre outros também já foram finalizados.

O terreno pertence ao município e com tipologia arquitetônica de planta livre, volumetria em forma “H”, estrutura modulada em pré-moldado, a edificação terá entre 10 e 18 mil mts².

O centro administrativo deverá ser erguido por meio de uma parceria público-privada. O Procedimento de Manifestação de Interesse deve ser publicado ainda no 1º semestre deste ano. O documento se destina a atrair empresas capazes de realizar todos os estudos técnicos necessários ao projeto.

 

JCidades

 




%d blogueiros gostam disto: