Notícias de Garibaldi – CIC reúne órgãos de saúde para debater medidas para melhorar ações contra o novo Coronavírus

0

A preocupação com a disseminação do novo Coronavírus movimentou a CIC na semana passada. Após um encontro com a secretaria da Saúde, Simone Agostini de Moraes, foi realizada na manhã de sexta-feira, 20 de março, uma reunião com a direção e médicos do Hospital Beneficente São Pedro (HBSP), Corporação de Bombeiros e Secretaria da Saúde.

Na ocasião foram discutidas ações prioritárias para que os serviços de saúde em Garibaldi pudessem receber melhorias e estarem melhores preparadas para enfrentar a pandemia. A CIC colocou à disposição estruturas que são administradas em parceria com a entidade para auxiliar nos atendimentos que se fizerem necessários.

A CIC demonstrou sua preocupação com a saúde pública, respeitando os decretos editados pela Prefeitura, e também destacou a importância de estudar alternativas para a retomada gradativa da atividade econômica, fundamental para a manutenção de emprego e renda.

O diretor técnico do HBSP, Rodrigo Vieira Jacobi, falou sobre a capacidade de atendimento do hospital e que está sendo acelerada a conclusão da nova maternidade que servirá de isolamento de até 12 pacientes. Simone salientou que o Município vai destinar R$ 300 mil para essa iniciativa, valor que foi aumentado para R$ 500 mil na tarde do mesmo dia.

Durante o encontro foi debatida a realização de uma campanha para arrecadação de recursos que servirão para a compra de respiradores mecânicos, equipamento necessário para o atendimento de casos mais graves. A iniciativa foi implementada por intermédio do diretor clínico e recebeu doações que já garantiram, pelo menos, três destes equipamentos, que tiveram seus preços triplicados no últimos dias.

“A preocupação da CIC é muito pertinente. O panorama atual é controlado, mas mesmo com todas as medidas que estão sendo adotadas não temos como saber o que vai ocorrer”, salientou Jacobi.

O diretor do Hospital, Jaime Kurmann, anunciou que a instituição vai buscar, junto ao Ministério da Saúde, a habilitação para funcionamento temporária da uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Segundo ele, o hospital está adequando vários protocolos para que a população possa ficar tranquila em relação ao atendimento que será oferecido.

A Secretária de Saúde está orientando as pessoas que têm procedimentos eletivos ou exames de rotina para serem feitos que não o façam agora. “Não se deve mais procurar os postos para coisas que podem ser feitas depois”, completou Simone.