Nova Rota Turística em Garibaldi recebe sinalização

0

Nas últimas semanas, foram instaladas 74 placas indicativas, na cidade e no interior do município, da nova Rota Turística de Garibaldi, Cicloturismo – Vale do Espumante. As estruturas possuem indicações de acordo com o percurso de cada circuito possível de ser realizado, sendo eles curto, médio e longo.

O Cicloturismo é uma modalidade que vem crescendo expressivamente no Brasil, como um ícone da economia e da sustentabilidade. Com o intuito de oferecer à comunidade e visitantes a possibilidade de experiências marcantes, e desaceleração de rotinas estressantes, regadas de boas histórias, saborosas comidas e ótimos espumantes. Inserir Garibaldi nas principais Rotas de Cicloturismo do Estado e do Brasil, atraindo pessoas das mais variadas procedências, seguindo uma tendência mundial de desenvolvimento sustentável aliado ao prazer e a superação pessoal. Proporcionar aos turistas o contato com as paisagens rurais – composta de vinhedos, matas nativas, arquitetura típica da colonização italiana e pequenas povoações, com características muito próprias. Gerar oportunidades para empresas e novos empreendedores que queiram explorar um segmento relativamente novo no mercado turístico.

A Rota Cicloturismo – Vale do Espumante pode ser feita de forma auto guiada ou com condutor. É composta de três circuitos, com diferentes níveis de intensidade de esforço (curto – 21,1 km, médio – 35,9 km e longo – 55,7 km) e para todos os públicos. A sinalização compreende todos os trajetos e o guia de navegação, que poderá ser impresso ou baixado pelo usuário, contém informações precisas para a orientação do participante.

O marco zero da Rota Cicloturismo – Vale do Espumante, será na Praça Loureiro da Silva (local de saída e chegada de todos os circuitos), no local foi instalado um totem com as indicações referentes ao projeto e um QR Code, para acesso mobile de todas as informações que o usuário necessita para realizar o percurso, como guia de navegação, altimetria, pontos de referência, entre outros.O projeto foi desenvolvido dentro das Normas da ABNT/ISO para Turismo de Aventura, e contém requisitos para a classificação de percursos, indispensável para garantir os padrões de qualidade e segurança dos participantes, bem como de questões ambientais e profissionais na atividade.

O secretário de Turismo e Cultura de Garibaldi, Paulo Salvi, ressalta que o projeto foi construído a várias mãos, buscando fortalecer o turismo de experiência, em que o participante terá contato com a natureza, belas paisagens e muita história. “O Cicloturismo – Vale do Espumante também fortalecenossa marca e destino, como Capital do Espumante”, define.

O investimento é da Prefeitura de Garibaldi, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura, com o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer, Associação Garibaldense de Ciclismo – AGACI, do Sebrae e da Nomas – Descobrir é preciso.

ASCOM- PMG

JC- Antoniéla Fonseca