Prefeitura de Bento cria projeto “Prato do Bem”

Nesta quinta-feira, 1° de março, o prefeito Guilherme Pasin assinou o decreto que regulariza e dá início a criação do projeto Prato do Bem, na qual consiste na doação e reutilização de gêneros alimentícios e sobras de alimentos de Estabelecimentos Produtores e Industrializadores às entidades sociais e esportivas de Bento Gonçalves.

 

O objetivo do projeto é diminuir o desperdício de alimentos e ampliar a oferta de refeições, através das entidades do município, melhorando a nutrição e qualidade de vida das pessoas atendidas. “A ação do poder público é incentivar e aproximar as entidades assistenciais e esportivas com os estabelecimentos gastronômicos de forma segura. O Prato do Bem é um elo entre quem pode e quem necessita”, enfatizou o secretário de Habitação e Assistência Social, Márcio Pilotti.

 

A partir de agora, será acompanhado em trabalho conjunto com a Vigilância Sanitária a fim de impulsionar tal prática. O processo passa a ter o mesmo regramento que os restaurantes, para que as entidades recebam o alimento com a mesma qualidade que as empresas fazem de forma particular.

 

Em seu pronunciamento, o secretário de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira, agradeceu o trabalho feito pelo setor de vigilância. “A vigilância sanitária não é apenas uma parte punitiva, mas de orientação aos cidadãos. As pessoas que mais precisam são aquelas que, muitas vezes, não vão conseguir utilizar o serviço público, e é por isso que temos que dar a importância devida para aquelas que se dedicam a ajudar o próximo”, pontuou.

 

As entidades doadoras e receptoras que participarem do programa deverão estar licenciadas pelo órgão sanitário competente e seguir os parâmetros com observância das Boas Práticas de Fabricação, conforme legislação sanitária vigente.

 

O vereador e presidente do Clube Esportivo, Anderson Zanella, afirmou que a atividade veio em boa hora. “Falando como entidade, podemos atender a uma demanda que tínhamos como carência e uso o exemplo do Esportivo, pois mais de 300 crianças estarão assistidas”, frisou.

 

Representando os estabelecimentos gastronômicos, o sócio da Casa Di Paolo, Emiliano Castaman, comemorou a oportunidade de poder estender uma ajuda ao próximo de uma maneira tranquila e bonita. “Nada mais importante do que ajudar crianças e pessoas que necessitam. O ganho maior que o econômico é o do coração. O nobre é ter uma segurança alimentar em poder doar. Tenho a certeza que outras empresas vão poder agir da mesma forma, numa parceria do poder público com o privado”, destacou.

 

O prefeito Guilherme Pasin ressaltou que “o poder público incentiva e abraça estas práticas de doação. É algo muito simples, mas a vida é feita de muitas coisas simples que impactam a vida do cidadão. O programa Prato do Bem veio para ficar. É a solidariedade de Bento Gonçalves, uma característica própria fazendo com que a gente se orgulhe ainda mais do nosso povo”.

 

Os estabelecimentos assinaram um Termo de Ciência e Compromisso, que deverá ser renovado anualmente. O projeto também atende sugestões da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Bento Gonçalves.

 

Participaram também do evento no Salão Nobre, os secretários Municipais e adjuntos, o presidente da Câmara de Vereadores, Moisés Scussel Neto, o presidente do Sintracon, Itajiba Lopes, presidente do Conselho do CIC, Laudir Piccoli, o representante do CIC, Rogério Capoani, a diretora executiva do SEGH, Márcia Ferronato, a presidente da Abraçaí, Eliana Casagrande, a representante dos Parceiros Voluntários, Angélica Somenzi, a presidente do Sindiserp, Neilene Lunelli, coordenadora da Associação São Roque, Vânia Kratz Mendes, e o sócio da Churrascaria Ipiranga, Milton Santin, além de integrantes da imprensa.

 

 

Assessoria de Comunicação Social

Fotos: José Martim Estefanon




Deixe uma resposta